Na adaptação para as aulas remotas, professores ampliam uso das ferramentas digitais para manter o protagonismo dos estudantes As Faculdades da Indústria, instituição de ensino superior mantida pelo Sistema Fiep, estão com as inscrições abertas para o vestibular, que será realizado pela internet.

O prazo para inscrever-se é 21 de agosto por este site.

De acordo com Welder Siena, coordenador dos cursos de Engenharia das Faculdades da Indústria na Cidade Industrial de Curitiba, para atender às necessidade de isolamento social, nesta edição os candidatos poderão fazer a prova e a matrícula de maneira on-line.

Outras formas de ingresso, como o aproveitamento da nota do Enem nas duas últimas edições, e transferências de outras faculdades, também são oportunidades de iniciar o curso no próximo semestre letivo.

Estão suspensas as provas tradicionais para concurso de bolsas integrais, mas os candidatos podem conferir outras modalidades de descontos, além de bolsas atrativas. Inovação e tecnologia aplicadas à educação Promover uma educação inovadora é uma das premissas das Faculdades da Indústria do Sistema Fiep.

Professores e alunos sempre foram estimulados a utilizar a tecnologia como forma de desenvolver competências essenciais para o mercado de trabalho.

E o período de pandemia tem incentivado ainda mais a aplicação de metodologias e ferramentas digitais como estratégias de ensino.

“Temos uma forte parceria com a Microsoft e os recursos de reuniões on-line são usados para dar sequência às aulas.

Isso dá uma versatilidade para o professor, como se fosse uma sala de aula presencial mesmo”, diz Siena. Além disso, a instituição tem investido na aplicação de atividades práticas nas quais os alunos desenvolvem as habilidades da sua formação, como explica o coordenador: “Algumas disciplinas recebem o que chamamos de kits de aprendizados, para que os alunos possam desenvolver a prática da formação.

São kits com sistemas microprocessados que permitem replicar em casa o que os professores ensinam nas aulas on-line”. Outro diferencial das Faculdades da Indústria adaptado a este período de isolamento é a possibilidade de o aluno assistir às aulas tanto ao vivo quanto em um horário que seja mais conveniente, já que o material fica gravado no site da instituição, além da utilização de simuladores para atividades práticas, e da dinâmica de trabalhos por desafios individuais ou em grupo.

“Estamos em um momento em que a jornada de trabalho de muita gente mudou.

Mas mesmo com o distanciamento social, as ferramentas digitais trouxeram oportunidades de melhorar o ensino”, analisa o coordenador. Adaptação é essencial Misael Souza, aluno do curso de Automação, aprova as aulas remotas.

“Adaptação é a palavra-chave para se adequar às mudanças”, diz ele, que está em sua segunda formação pelas Faculdades da Indústria — a primeira foi no curso de Técnico em Mecatrônica.

“O segundo curso otimizou minha visão para que pudesse desenvolver trabalhos cujas competências exigiam maior aprofundamento”, completa. Essa visão é trabalhada nas parcerias que as Faculdades da Indústria mantêm com empresas por meio do Sistema Fiep.

Os alunos desenvolvem soluções reais demandadas pelo mercado, cadastradas pelas próprias empresas em uma plataforma específica.

Siena destaca que, com esse relacionamento próximo, o ensino se torna diferenciado.

“Propomos desafios que ajudem a construir uma trajetória acadêmica baseada em protagonismo, tanto através das disciplinas quanto na formação do caráter profissional”, conclui. Descubra o que o Sistema Fiep tem para a sua indústria.