O carioca Renan Santos da Silva atravessou períodos de fortes turbulências ao longo de 2019, mas tudo indica que terá um ano (bem) melhor em 2020.

Preso em março por suposta associação com o tráfico de drogas, o DJ e funkeiro – conhecido artisticamente como Rennan da Penha – foi solto em novembro.

Já em liberdade, o artista assinou contrato com a gravadora Sony Music, na qual vai estrear com registro ao vivo de show programado para ser feito em janeiro.

A gravação do show vai gerar álbum ao vivo e conteúdo audiovisual para a web.

Conhecido pelo Baile da Gaiola, Rennan da Penha é um dos propagadores do funk 150 BPM.

A discografia do DJ funkeiro inclui singles como Hoje eu vou parar na Gaiola e Brota na Penha (gravado com MC Livinho).